O nosso artigo sobre a distribuição, tendências e bibliometria dos carnívoros terrestres portugueses, que foi parte da tese de mestrado da Joana Bencatel (apresentada em 2016) e esteve na base do Atlas, está finalmente publicado! Este trabalho não inclui apenas a distribuição registada destas espécies (à data de finalização do artigo), mas também uma análise das suas tendências ao longo do tempo, da bibliometria e do tipo de estudos que foram dirigidos a cada espécie. Apesar de não incluir dados de distribuição obtidos depois de 2016 (devido ao tempo que estes artigos habitualmente passam nos processos de revisão e à complexidade da análise associada), este é um documento importante sobre como evoluiu até então o estudo dos carnívoros em Portugal e sobre as necessidades prioritárias para estudos futuros. Os dados mais actuais de distribuição estão a ser recolhidos no Atlas.